INVESTIGADORES
POZZO Maria isabel Rita
artículos
Título:
O idioma português na universidade pública argentina: modalidades e tendências
Autor/es:
THALITA CAMARGO ANGELUCCI; MARÍA ISABEL POZZO
Revista:
Afluente: Revista de Letras e Linguística
Editorial:
Universidade Federal do Maranhão
Referencias:
Lugar: Maranhão; Año: 2018 vol. 3 p. 8 - 8
ISSN:
2525-3441
Resumen:
O sistema público argentino de educação superior está composto por 59 universidades.Nestas, a língua portuguesa é inserida desde distintas modalidades. Como precedente dapreocupação com políticas linguísticas na região, é de reconhecida importância a assinatura doTratado de Assunção (1991). Mais recentemente, a Lei argentina nº 26.468 (2009) tornou obrigatória a oferta do português no ensino médio, incidindo sobre a demanda de professores.Neste contexto, o objetivo do presente trabalho é mapear as ações na área de políticas linguísticas relacionadas à promoção do português nas universidades públicas argentinas, observando modalidades e tendências. Para tal, realizamos uma revisão bibliográfica e documental (leis, estatutos universitários, planos de estudos etc.), cotejada com informações da Secretaria Nacional de Políticas Universitárias. Concluímos que o plano de integração regional dos anos de 1990influenciou a inserção do português como língua estrangeira nas universidades argentinas.Atualmente, observamos um estancamento nas políticas linguísticas da área.