BECAS
RUBIO SCOLA Virginia Irene
congresos y reuniones científicas
Título:
Modelo didático do gênero comentário a partir da análise contrastiva português/espanhol
Autor/es:
RUBIO SCOLA, VIRGINIA IRENE
Lugar:
Córodoba
Reunión:
Jornada; III Jornadas Internacionales Descubriendo Culturas en Lengua Portuguesa; 2016
Institución organizadora:
Facultad de Lenguas, Universidad Nacional de Córdoba
Resumen:
A presente comunicação apresenta nossas análises do gênero de texto comentário, como parte do trabalho realizado pela equipe de pesquisa que atualmente desenvolve o projeto ?Análisis de géneros textuales, enseñanza de lenguas y traducción (portugués/español)?, a partir da análise interlinguística de gêneros textuais com o objetivo de propor ferramentas de trabalho e consulta para professores, pesquisadores e tradutores em processo de formação. Analisamos então o mencionado gênero desde uma perspectiva contrastiva português/espanhol, com o fim de apresentar um ?modelo didático do gênero? (DE PIETRO; SCHNEUWLY, 2003), entendido como descrição que serve para o ensino da produção textual. Concebemos o gênero, segundo a perspectiva do interacionsimo sóciodiscursivo, como uma unidade linguística e comunicacional produto de interações sociais (BRONCKART, 1997, 2003). Entendemos este tipo de análises com a posterior proposta para o desenvolvimento do modelo didático, como ferramenta de trabalho em sala de aula que, em nosso caso, vem sendo desenvolvido na disciplina Língua e Gramática Portuguesa III dos cursos universitários de português da UNR em que os gêneros jornalísticos, com especial atenção ao surgimento de novos gêneros digitais, são o eixo de análise. Nesse quadro teórico será proposta, primeiramente, uma descrição dos contextos físicos y sócio subjetivos de produção do gênero a partir do levantamento das características diferenciais nos contextos de produção que nos interessam, isto é, a atividade jornalística digital no Brasil e na Argentina. A seguir, definiremos as características do gênero comentário entendido como constructo histórico que tem singularidades diretamente ligadas ao seu contexto de produção, observáveis no plano do texto, os tipos de discurso e sequencias discursivas, nos mecanismos de textualização e de responsabilização enunciativa, focando nos modos de manifestação das vozes. Finalmente apresentaremos o modelo didático entendendo que este tipo de reflexões em torno do gênero representa um instrumento didático para todos aqueles que atuam na área de formação de professores, pesquisadores e tradutores.