INVESTIGADORES
SCHETTINI PEREIRA Cristiana
artículos
Título:
Emma Goldman e a experiência das mulheres das classes trabalhadoras no Brasil
Autor/es:
SCHETTINI, CRISTIANA
Revista:
CADERNOS PAGU
Editorial:
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIENCIAS HUMANAS, PAGU, CENTRO DE ESTUDOS DE GENERO
Referencias:
Lugar: Campinas; Año: 2011 p. 273 - 273
ISSN:
0104-8333
Resumen:
Neste breve texto, as palavras de Emma Goldman sobre as trabalhadoras que se envolveram com o comércio sexual serão tomadas como um pretexto para uma reflexão sobre algumas questões relativas à pesquisa do tema no campo da história social e, em particular, sobre o lugar que as leis e as fontes judiciais ocuparam na historiografia brasileira sobre prostituição. Como efeito colateral, talvez esta aproximação nos aponte algum caminho para encontrar uma Emma que seja, ao mesmo tempo, um pouco familiar e também um pouco estranha aos nossos olhos feministas posicionados a um século de distância. Para isso, quero retomar algumas redes de interlocução nas quais seu texto pode ser inserido. Depois, passo ao caso brasileiro, para terminar propondo dois exemplos de casos em que a atenção a marcos legais locais e o acesso a fontes judiciais que eles produziram podem revelar alguns sentidos que as histórias de tráfico adquiriram para mulheres que exerceram o comércio sexual no começo do século XX
rds']