INVESTIGADORES
FERRUCCI Maria silvia
artículos
Título:
Lista de espécies de Sapindaceae para um remanescente de Floresta Estacional Semidecidual no sul do Brasil: Estação Ecológica do Caiuá.
Autor/es:
ROSADO, A.; SOUZA, C.; FERRUCCI M.S.
Revista:
R. bras. Bioci.
Editorial:
Instituto de Biociencias
Referencias:
Lugar: Porto Alegre; Año: 2014 vol. 12 p. 148 - 157
ISSN:
1980-4849
Resumen:
Estação Ecológica do Caiuá). Com o objetivo de ampliar os conhecimentos sobre a flora do estado do Paraná e de suas áreas ripárias, foi realizado o inventário da família Sapindaceae para a Estação Ecológica do Caiuá, na margem esquerda do rio Paranapanema. Também foi feito um levantamento dos períodos de floração e da frutificação das espécies, bem como da síndrome de dispersão. Essa Unidade de Conservação possui área de 1449,48 ha e localiza-se a 22º29?S e 52º51?W, no município de Diamante do Norte, estado do Paraná, Brasil, sob o domínio fitogeográfico Mata Atlântica e na fitofisionomia da Floresta Estacional Semidecidual. Para a obtenção do material de estudo, foram realizadas expedições de coleta e visitas às coleções dos Herbários da Universidade Estadual de Maringá (HUEM) e da Universidade Estadual de Londrina (FUEL). Foram registradas 20 espécies pertencentes a nove gêneros, quatro tribos e uma subfamília. Dentre as tribos, Paullinieae foi a de maior riqueza florística, com quatro gêneros e 13 espécies e, dentre os gêneros, foi Serjania, com oito espécies. Todas as espécies são nativas do Brasil, sendo que Cupania tenuivalvis é também endêmica. Serjania tripleuria constitui-se em uma nova citação para o estado do Paraná e região Sul do Brasil. Um gênero e 11 espécies são novas citações para a área de estudo. Houve maior concentração de espécies em floração nos meses de maio e setembro e, para espécies em frutificação, de julho a novembro. Foram encontradas 12 espécies anemocóricas, sete espécies são zoocóricas e uma barocórica.