INVESTIGADORES
FERRUCCI Maria silvia
artículos
Título:
SAPINDACEAE DA PLANÍCIE DE INUNDAÇÃO DO TRECHO SUPERIOR DO RIO PARANÁ
Autor/es:
ROMAGNOLO, M.B.; SOUZA-STEVAUX, :C. ; FERRUCCI, M.C.
Revista:
REVISTA UNIMAR
Editorial:
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGA
Referencias:
Lugar: Maringá; Año: 1994 p. 61 - 81
ISSN:
0100-9354
Resumen:
A área de estudo localiza-se no trecho superior do rio Paraná, tendo como limites aproximados os pararelos 22°41' - 22°51'S e os meridianos 53°12' - 53°34'W. Sapindaceae é urna fanúlia bem representada na área, principalmente no ecótono água-terra. Foram identificados é descritos 7 gêneros e 14 espécies, assim distribuídos: Serjania (S. caracasana, S. glabrata, S. hebecarpa, S. laruotteana, S. meridionalis e S. tripleuria), Paullinia (P. elegans e P. spicata), Urvillea (U. laevis e U. ulmacea), Allophylus (A. edulis), Diatenopteryx (D. sorbifolia), Matayba (M. elaeagnoides) e Sapindus (S. saponaria). As trepadeiras, representadas por Paullinia, Serjania e Urvillea, ocorrem principalmente no ecótono água-terra; já as arbóreas, representadas por Allophylus, Diatenopteryx e Matayba, sao mais freqüentes nas áreas mais afastadas das margens onde o solo é seco, estando ou nao sujeitas a alagamento, enquanto que Sapindus ocorre em ambos os ambientes.