IDACOR   23984
INSTITUTO DE ANTROPOLOGIA DE CORDOBA
Unidad Ejecutora - UE
congresos y reuniones científicas
Título:
O rastro do pastor. Criacao de animais e técnicas para fazer carne em Jujuy (Andes Meridionais)
Autor/es:
PAZZARELLI, FRANCISCO
Lugar:
Sao Carlos
Reunión:
Congreso; III Seminário de Antropologia; 2014
Institución organizadora:
Universidade Federal de Sao Carlos
Resumen:
A criação de cabras e ovelhas em Huachichocana, uma ?comunidade aborígene? nos montes de Jujuy (Andes meridionais, Argentina), é uma das principais tarefas dos moradores. Todos os ?huacheños? são pastores e cuidam diariamente de seus animais, como se fossem seus filhos, pois ?as cabras são família?. Isso é assim porque no processo de se tornar pastores, eles vão virando ?família? dos animais, num desenvolvimento que acaba por deixar dentro do corpo dos animais parte das energias vitais das pessoas: a ?sorte?. Isso se torna evidente no momento de matá-los para comer. Neste trabalho, meu interesse é focar nas técnicas que permitem ?fazer carne? de um animal que, enquanto está vivo, é considerado parente. O percurso etnográfico sobre as formas nas quais são manipulados os ossos, a carne, a pele e órgãos dos animais, permite desenvolver uma análise sobre as formas de manipulação das energias vitais dos animais familiares que são mortos para comer. Meu interesse final é discutir como, no momento de ?fazer carne?, os pastores devem tirar dos animais aquelas forças vitais próprias (a ?sorte? ou ?suerte?) que, por causa do processo de criação e de se tornar parentes, ficaram dentro das cabras e ovelhas. Em outras palavras, a ?sorte? é o rastro do pastor que tem que ser retirado do animal para que o corpo se torne, finalmente, carne para comer.
rds']