CEQUINOR   05415
CENTRO DE QUIMICA INORGANICA "DR. PEDRO J. AYMONINO"
Unidad Ejecutora - UE
congresos y reuniones científicas
Título:
Medidas EXAFS dependiente de la temperatura del umbral de Bi en BiMn2O5 .
Autor/es:
GABRIEL ANDREGUETTO MACIEL; GILBERTO FERNANDES LOPES FABBRIS; EDUARDO GRANADO; NESTOR E. MASSA; JOSÉ ANTONIO ALONSO; MARÍA JESÚS MARTÍNEZ-LOPE; GUSTAVO AZEVEDO
Lugar:
Campinas, Sao Pualo, Brasil
Reunión:
Workshop; XVIII Reunion de Usuarios del Laboratorio Nacioanl de Luz Sincrotron; 2008
Institución organizadora:
Laboratorio Nacional de Luz Sincrotron
Resumen:
Um material é dito multiferróico se apresentar, na mesma fase, um acoplamento entre pelo menos duas das propriedades ferróicas: (anti)ferroeletricidade, (anti)ferroelasticidade e (anti)ferromagnetismo. Além da física fascinante, os materiais multiferroicos despertaram interesse ainda nos anos 70 devido à possibilidade de acoplamento entre o campo magnético e elétrico, o que oferece uma maior liberdade no design e fabricação de uma série de dispositivos inovadores, incluindo elementos de memória de múltiplos estados (nos quais a informação é armazenada tanto no campo elétrico quanto no magnético), novas mídias de armazenamento, que permitirão escrever num bit ferroelétrico e ler a informação através do campo magnético associado, dispositivos ferromagnéticos ressonantes controlados por um campo elétrico, transdutores com piezoeletricidade controlada por um campo magnético, dispositivos para modulação de amplitudes, fases e polarização de ondas eletromagnéticas. Os materiais multiferróicos foram preparados pela primeira vez no final da década de 50, substituindo-se íons de camada fechada por metais de transição com elétrons magneticamente ativos em perovskitas ferroelétricas. A polarização elétrica (ordenamento magnético) ocorre abaixo de uma dada temperatura de transição ferroelétrica (ferromagnética ou antiferromagnética). As temperaturas de transição ferroelétricas e de ordenamento magnético não são necessariamente as mesmas. A polarização elétrica ocorre quando a distribuição de cargas em um sistema encontra-se anisotrópica havendo um deslocamento relativo entre as cargas positivas e negativas. Em um composto a ferroeletricidade resulta do ordenamento dos íons positivos e negativos. Por outro lado, as propriedades magnéticas são oriundas do ordenamento dos spins de elétrons de átomos com em camadas subníveis eletrônicos d com preenchimento incompleto. Nos multiferróicos esses dois processos coexistem e possibilitam o acoplamento entre os campos elétrico e magnético. Dentre os multiferróicos destacam-se: as perovskitas RMnO3 (R=terras raras, Y ou Bi), a família RMn2O5, Ni3V2O 8, CuFeO2, CoCr2O4, MnWO4 e (Ba, Sr)2Zn2Fe12 O22. Nesse trabalho, estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. família RMn2O5, Ni3V2O 8, CuFeO2, CoCr2O4, MnWO4 e (Ba, Sr)2Zn2Fe12 O22. Nesse trabalho, estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. família RMn2O5, Ni3V2O 8, CuFeO2, CoCr2O4, MnWO4 e (Ba, Sr)2Zn2Fe12 O22. Nesse trabalho, estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. família RMn2O5, Ni3V2O 8, CuFeO2, CoCr2O4, MnWO4 e (Ba, Sr)2Zn2Fe12 O22. Nesse trabalho, estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. família RMn2O5, Ni3V2O 8, CuFeO2, CoCr2O4, MnWO4 e (Ba, Sr)2Zn2Fe12 O22. Nesse trabalho, estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. estudamos um dos membros da família das manganitas ferroelétricas antiferromagnéticas, 5 compostos de fórmula estrutural RMn2O5, o BiMn2O5. [1]. Esses materiais são da classe dos “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o controle do das propriedades elétricas por um campo magnético [1]. “magnetos frustrados” e são multiferróicos nos quais é possível o
rds']